quarta-feira, 30 de abril de 2008

O nome dela é Samantha

Há uns posts, deixei aqui o vídeo de uma loira com ar tímido e envergonhado. Samantha Mollen é o nome desta norte-americana (LA) de 27 anos que começa a chamar atenções. A (pouca) crítica que já deu por ela coloca-a entre uma Fiona Apple (não percebo como) e uns Portishead (menos ainda percebo). Na voz, talvez esteja entre o timbre roufenho de uma Sia e os momentos de pseudo descontrolo de Leah Andreone. Na melodia, está num pop fácil de ouvir que promete trazer algo mais nas músicas que aí vêm. Depois de ter lançado um EP, "Don't Make Me Sound It Out", Mollen fecha-se agora em Maio em estúdio para o seu primeiro álbum "a sério". Está pronto lá para o Outono, ou seja, daqui a um ano, com sorte, chega a Portugal. Entretanto, vamos ouvindo "Closer to You".

Frases

"Eu produzi a substância como um remédio.. não tenho culpa se as pessoas abusaram dela"

Albert Hofmann, que descobriu o LSD em 1943, morreu na terça-feira, aos 102 anos.

Cinco factos sobre cinema

5. Filme francês que se preze tem de ter, pelo menos, uma mulher nua;

4. Filme português que se preze tem de ter vários palavrões;

3. A Monica Bellucci não consegue rodar um filme inteiro com roupa;

2. A Soraia Chaves também não;

1. O Michael Douglas tem dificuldades em não baixar as calças.

O "Lost in Translation" foi genial

O disco de Scarlett Johansson, “Anywhere I Lay My Head”, tem convencido a crítica, mas, partindo do single, "Falling Down", eu não consigo perceber o entusiasmo com os dotes de Scarlett como cantora.

terça-feira, 29 de abril de 2008

Batman quentinho

O trailer de "The Dark Knight", o novo filme da saga Batman, já anda à solta na internet. Esteve no YouTube, mas a Warner Bros., provando que continua a não perceber nada da vontade do público, exigiu que fosse retirado.

Valha-nos o If It's Movies, que disponibiliza o trailer aqui até que a Warner Bros. não o descubra.

P.S. O vídeo tem má qualidade, mas confirma-se que Heath Ledger está transfigurado. E não é apenas pintura e guarda-roupa vistoso.

Que republicanos que eles estão...

O novo disco dos Coldplay, "Viva La Vida", vai ter esta capa.

Manuela ... só se for assim

Parece que Manuela Moura Guedes vai regressar aos ecrãs da TVI para apresentar o Jornal Nacional. A proposta radical que faço é esta: que tal a voz de Manuela, mas a imagem de David Fonseca? Não é inédito, como podem ver no vídeo. E certamente que ia agradar mais ao público feminino.
E já agora, este tema, com letra do Miguel Esteves Cardoso, foi das melhores coisas dos anos 80...

Então adeuzinho, Phil!

Phil Collins decidiu que não vai editar mais discos. Não sei se será distracção, mas não tenho reparado em nada de novo que o senhor tenha feito recentemente e que seja digno de nota. Por isso, parece-me que estava na hora. Há que sair na altura certa...

Novo vídeo dos R.E.M.



"Hollow Man"

Partilhar o 25 de Abril

Não é só em Portugal que o 25 de Abril assinala o fim do fascismo. Em Itália, no mesmo dia, mas de 1945, também foi derrubado às mãos dos "partigiani" e dos aliados.

Mussolini foi fuzilado no dia 28 de Abril de 1945.

segunda-feira, 28 de abril de 2008

Feeling

Aqui numa versão completamente acústica, mas cheira-me que ainda vamos ouvir falar muito desta menina...

domingo, 27 de abril de 2008

ComPetições destas...

A internet é realmente fantástica. As petições on-line, para algumas pessoas, podem até mesmo ser a lâmpada mágica (sem génio a chatear) que realiza alguns desejos mais escondidos.Ou pelo menos permitem tentar. Sonhar não custa, se bem que há sonhos e sonhos...
Cody Sortore, por exemplo, não faz a coisa por menos. Quer ser Presidente dos Estados Unidos. Porquê? Porque faz da mais "fina joalharia", segundo o próprio. O rapaz não esteve com meias medidas: idealizou, escreveu, assinou e lançou uma petição na internet a pedir o apoio de que precisa. Falamos de coisa pouca: só para começar, dois terços da população norte-americana a votarem pela alteração da lei que impõe idade mínima aos candidatos à Casa Branca. A intenção até pode ser boa, mas não percebemos como é que, através de uma petição on-line, vai Sortore conseguir chegar à Casa Branca. Principalmente quando só dez pessoas a subscreveram até agora... Boa sorte!

sábado, 26 de abril de 2008

Cruise volta ao sofá

Não, não é ao divã do psicanalista, se bem que muita gente ache que ele bem precisa. Tom Cruise vai regressar ao programa Oprah Winfrey, onde há cerca de três anos deu espectáculo e pôs meio mundo a rir-se da sua figura.
Nessa altura Cruise saltou, gritou e não parou de dizer o quanto amava Katie Holmes. O que vai acontecer agora? O programa vai para o ar nos EUA no dia 5.

sexta-feira, 25 de abril de 2008

Porque sim...

Porque parece que já é Verão, porque a praia está óptima e porque sim. É uma boa altura para rever este vídeo de Chris Isaak, com a supermodelo Helena Christensen. "Wicked game" faz parte de um dos melhores filmes que vi: "Wild at heart" de David Lynch, com Nicolas Cage e Laura Dern. Só por isso vale a pena rever, o videoclip e o filme.

25 de Abril na Valleta

Na televisão portuguesa, "Capitães de Abril" por volta do 25 de Abril começa a ser um hábito quase tão instituído como o de termos o "Música no Coração" sempre que é Natal. Em 2008, o filme, realizado por Maria de Medeiros, que relata a Revolução de 1974 (passou ontem na RTP) não se ficou por aqui. Esta noite é mostrado em Malta, na capital La Valleta, integrado no
10º Festival de Cinema Europeu.

É preciso ter azar...

Em "Quantum of Solace", o novo filme de James Bond, as coisas não estão a correr nada bem quando há carros envolvidos. O duplo Aris Comninos, que conduzia um Alfa Romeo, despistou-se numa estrada do Norte da Itália e ficou ferido com gravidade. O acidente, que levou à suspensão das gravações para que se investigue as causas, aconteceu quatro dias depois de um Aston Martin, usado também no filme, ter caído ao lago Garda, na mesma região italiana.

quinta-feira, 24 de abril de 2008

E mais uma...

Desculpem a "overdose" de Herman, mas este vem mesmo a propósito...

E onde estavas tu no 25 de Abril?

As efemérides são o que são e como já não há paciência para os hinos e discursos habituais, aqui ficam duas formas diferentes de assinalar a data. Há que dizê-lo com frontalidade...



Novos sons

Há novas músicas para ouvir no Lanterna. Desta vez, uma selecção de covers. E alguns deles podem mesmo fazer corar os originais. A versão muito jazz, e ao vivo, de "Toxic" (Britney Spears) de Yael Naim é um bom exemplo. Mas nada como ouvir para tirar conclusões. Além de Yael Naim, Tori Amos canta Depeche Mode, PJ Harvey e Björk destilam raiva com os Rolling Stones, Regina Spektor recorda John Lennon, e Michael Stipe, dos REM, vê-se aflito com a letra de "I Will Survive", de Gloria Gaynor.

Frases

“Estou preocupada com as alterações climáticas. As pessoas deviam interessar-se mais e fazer alguma coisa. Eu decidi voar menos. Os CSS estarão sempre no meu coração.”

Ira Trevisan, baixista dos brasileiros Cansei de Ser Sexy, a justificar a decisão de deixar o grupo. (“The Guardian”)

Wikipedia com link para o papel

Na era da digitalização, os alemães decidiram ser do contra. A editora Bertelsmann está a pegar na Wikipedia alemã e a seleccionar as entradas mais populares para reunir em livro - “The One-Volume Wikipedia Encyclopedia”, à venda em Setembro por 19,95 euros. Beate Varnhorn, da Bertelsmann, considera já a hipótese de tornar a Wikipedia em papel num hábito anual. “Pensamos neste livro como um anuário enciclopédico”, disse ao New York Times. Logo, se a Wiki de 2008 for um sucesso, é provável que sejam feitas mais edições para folhear. Mas são poucos os que acreditam no sucesso. O livro não permite as maravilhas de um link nem consegue ter páginas suficientes para 750 mil entradas (as que a Wikipedia alemã tem no momento). Na verdade, vão ser escolhidas as 25 mil mais populares, e por aí se teme pela qualidade da Wikipedia em papel. Aqui fica o top 15 das pesquisas alemãs:

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Pergunta

O que é que a Céline Dion faz nos Ace of Base??


Pois, também não sabemos o que aconteceu a Jenny Berggren (que está igual à canadiana, está!), mas sabemos que o grupo de manos suecos está a preparar um novo álbum. É duplo - um CD com originais e outro com remixes dos sucessos dos anos 90 - e deve ser lançado em Setembro. Das novidades ainda não se ouviu um único acorde, apesar de a banda, agora reduzida a três elementos, já ter feito alguns concertos, principalmente na Rússia. Obviamente, "The Sign", "Happy Nation", "Wheel of Fortune" e companhia não podiam faltar, mesmo nos Ace of Base versão 2008:


terça-feira, 22 de abril de 2008

... e o Joe Cocker também

Joe Cocker, que já foi considerado o branco com a voz mais negra do mundo, também vem a Portugal. Vai ser a 21 de Maio, no Pavilhão Municipal de Gaia, por onde já passaram outras estrelas do passado, como Peter Murphy e os Waterboys. A excelente voz de Cocker merecia certamente um local com melhor acústica, mas fã que é fã resiste a quase tudo...

Vem aí Maria Rita

Fãs de Maria Rita: não desesperem mais. A brasileira vai fazer concertos no Coliseu de Lisboa (24 e 25 de Junho) e do Porto (27 de Junho). É esfregar as mãos. E a ver se ela desta canta a "Santa Chuva", que a gente merece.

Kelly McGillis e as fardas

Em “Top Gun”, esse filme de culto da geração de 80, era Charlie, uma instrutora de voo. Tudo bem que não tinha direito a andar fardada, mas foi a “professora”, e daquelas de feitio retorcido, que dificultou bastante a vida ao seu aluno (e não só) Maverick (Tom Cruise). Este ano, Kelly McGillis voltou ao mundo militar, dentro de um outro mundo – o de um grupo de lésbicas de West Hollywood (sim, é verdade). Na série “L Word” (“A Letra L”), Kelly McGillis veste a farda da coronel Gillian Davis, a advogada militar nomeada para provar as suspeitas de “conduta homossexual” que recaem sobre a capitão Tasha Williams (Rose Rollins). McGillis entra na série em apenas dois episódios da quinta temporada, que ainda só se deu a mostrar nos EUA, mas é suficiente para comprovar que o feitio retorcido não só se manteve como ficou mais apurado.

video

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Nick e Kylie

No dia em que Nick Cave e os Bad Seeds iniciam uma mini-mini-digressão por Portugal, o Lanterna Roxa lembra um dos duetos mais improváveis alguma vez feitos. "Where the wild roses grow", com Kylie Minogue, é também uma daquelas músicas que valem sempre a pena ouvir. E rever o vídeo é sempre um prazer.

Tori Amos aos quadradinhos


São 480 páginas para tentar decifrar, através da banda desenhada, as músicas de Tori Amos. A cantora/compositora norte-americana juntou-se à Image Comics para criar "Comic Book Tattoo", um livro que para os fãs poderá ser a última esperança de descobrir o significado de algumas letras de Amos, quase sempre verdadeiros enigmas. Neil Gaiman, autor da saga "Sandman" e amigo íntimo da cantora, escreveu a introdução.
"Comic Book Tattoo" só é apresentado em Julho, mas a reacção de Tori Amos ao trabalho dos desenhadores já aguça muito a curiosidade:
"Fiquei surpreendida, entusiasmada e agradavelmente chocada com estes comics que são extensões de músicas que eu amei."

domingo, 20 de abril de 2008

As crianças e as novelas

A notícia chega do Brasil: as novelas estão a contribuir para a baixa taxa de natalidade do país.Não porque os brasileiros prefiram ver televisão do que ter sexo, mas apenas porque as famílias que aparecem nas histórias no ecrã têm poucos filhos.
Por cá, o Presidente da República já perguntou o que é preciso para que nasçam mais crianças.
Eis a solução: uma reunião de emergência com os argumentistas para que as próximas novelas tenham famílias com seis ou sete petizes legítimos e um monte de bastardinhos.
E já agora os Gato Fedorento, que tantos milhões arrastam para a frente do televisor, deviam aparecer na próxima série com uma vasta prole. E pode ser que assim, venham a nós as criancinhas...

Frases

"Sou viúva, os meus filhos são maiores e volto a sentir-me tão livre de responsabilidades como quando tinha 20 anos. Só que agora sou mais sábia."

Patti Smith, 62 anos, ao "El País"

sábado, 19 de abril de 2008

O regresso de Alanis


Alanis Morissette está de volta.
"Flavors of Entanglement" chega a Portugal a 2 de Junho e pelo que já se ouve por aí ("Underneath" é o primeiro single e já tem direito a vídeo) segue a linha do pop disfarçado de rock dos últimos trabalhos. A Alanis irreverente e ousada nas palavras de "Jagged Little Pill" ficou mesmo perdida na Índia.

Do computador para o sofá

Nos EUA, os fãs de Serena e de Blair, as protagonistas de "Gossip Girl", que passou em Portugal no AXN, podiam ver os episódios na net antes de estes serem exibidos na tv. Mas acabou-se o que era bom. Segundo a estação televisiva que transmitia a série, as visitas ao site www.CWTV.com, onde se podiam ver os novos episódios, estavam a arruinar as audiências.
A ideia é, segundo dizem, "levar o público do computador para o sofá". A nós, que vemos sempre as séries com tanto tempo de atraso, bem nos podiam deixar ficar com o computador...

Google dá citações


O Google estreou uma nova ferramenta. Quem procurar nomes de artistas, políticos e outras figuras conhecidas no Google News tem acesso, na parte de cima dos resultados, a citações.

Para já, a ferramenta está na fase inicial e, por isso, ainda há muita gente sem citações, mas a coisa promete.

Frases

"Estamos alegres, felizes, contentes e desesperados"

Dario Fo, prémio Nobel da Literatura, sobre a Itália e o regresso de Silvio Berlusconi ao poder.

Emma Watson em vez de Scarlett Johansson

Emma Watson, a Hermione de “Harry Potter”, assinou contrato como protagonista de um filme fora da saga do aprendiz de feiticeiro. E tudo porque... Scarlett Johansson é velha demais. Benjamin Ross escreveu “Napoleon and Bessy”, a história do romance entre Napoleão, o ex-imperador francês já em fase de exílio, e a jovem Betsy Balcombe. Os 23 anos de Johansson deixaram-na “fora de validade” e o papel foi entregue a Watson, de 18.

Motivos para gostar de A Naifa

Pode ser a poesia.

Pode ser a mistura improvável da guitarra portuguesa com o baixo.

Pode ser a voz da Maria Antónia Mendes.

Pode ser isto tudo junto. E não há nada de novo aqui porque a gente já os conhece e sabe que tudo isto se mistura na música de A Naifa.

Ou pode ser o concerto desta sexta-feira no Maria Matos, que é um desfile descarado do talento daqueles quatro, entre luzes esquizofrénicas e público hipnotizado. As palavras afiadas, o teatro de sombras, as versões das cantigas dos outros- nós queremos mais - e um à vontade que se vê crescer no palco.

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Frases que ficaram para a história

E já que estamos em maré de listas, aqui vão algumas das frases mais famosas da história do cinema. Mais tarde ou mais cedo, acabam por dar jeito para usar nos cartões de aniversário ou boas festas ...

"I never drink...wine" (Dracula 1931)

"You need to be kissed. And often. And by someone who knows how!" Rhett Butler (Clark Gable) em ("E tudo o vento levou" 1939)

"Frankly, my dear, I don't give a damn!" Rhett Butler (Clark Gable) em ("E tudo o vento levou" 1939)

"You talkin' to me? You talkin' to me? You talkin' to me? Well, who the hell else are you talkin' to? You talkin' to me? Well, I'm the only one here. Who the fuck do you think you're talkin' to?" (Robert de Niro, Taxi Driver 1976)

I'd love to kiss you, but I just washed my hair." (Bette Davies Cabin in the Cotton, 1932)

"We'll always have Paris." (Humphrey Bogart, Casablanca 1942)

"First rule of Fight Club is - you do not talk about Fight Club." (Brad Pitt, Fightclub 1999)

Olha que dois (II)

E aqui estão mais exemplos de duplas memoráveis da história da televisão

Dempsey and Makepeace uma dupla explosiva, sem dúvida


Dr Romano e Drª Corday (ER) Uma relação em que o ódio parecia ser dominante, mas afinal...


Heidi e Pedro (Heidi) Às vezes é recordar a infância, mesmo que a banda sonora seja em espanhol...

Ó Tom, ainda não sabes o nome do "flugelbinder"?

Há precisamente vinte anos, no filme “Cocktail” (1988), Tom Cruise e Elisabeth Shue levantaram questões pertinentes. Ainda há quem se lembre do "flugelbinder"?

video

Pois bem, Tom e Elisabeth, afinal de contas, o “flugelbinder” dá pelo nome de “aglet” e dizem os entendidos que apareceu muito antes dos atacadores (há quem aponte o séc. VIII).
Numa época em que ainda não havia plástico, eram feitos de pedra ou metal. E como os atacadores pelos vistos também haviam de tardar em chegar, os “flugelbinders” eram aplicados nas extremidades das fitas usadas para fechar as peças de roupa. Também ainda não havia botões... Em 1790, Harvey Kennedy inventou os atacadores, que eram uma trabalheira pegada. Desfiavam-se nas pontas e passá-los pelas ilhoses (os buraquinhos) dos sapatos era uma aventura que requeria tempo e paciência. Só em 1791 têm a ideia de adaptar o “aglet” aos atacadores. E foi a maravilha que ainda hoje se conhece.
Se quem inventou o “flugelbinder” ficou milionário, não se sabe. Mas de que o senhor Kennedy - o Harvey - se safou à grande não há dúvidas: terá ganho cerca de 2,5 milhões de dólares com a patente dos atacadores. Isto em 1791...

Madonna aspira a casa

Sim, sim, este blogue anda muito... Madonna, mas este vídeo tinha mesmo de ser partilhado.

etnerf a arap sárt eD

Os Gnarls Barkley disponibilizaram o novo disco, "The Odd Couple", para download gratuito na internet. Quer dizer, não é bem assim. A verdade é que o disco está lá, mas está todo de trás para a frente, letras e arranjos. Para ouvir aqui.

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Olha que dois!

A história da televisão está cheia de duplas memoráveis, quer seja pela eficiência com que desempenham as suas funções, quer pela eterna história do "queres ver se é desta que eles se entendem?".
Aqui vão alguns exemplos

Mulder e Scully (X-Files). Uma selecção de momentos "ai, agora é que é", com musiquinha a condizer...


David Addison e Maddie Hayes (Modelo e Detective) Ó pra eles! Nunca estão de acordo


Mr Steed e Mrs Peel (The Avengers) Uma dupla cheia de british style


Tenente Raab e Mac (Jag) Quem disse que a vida militar não tem amores impossíveis?


Dr Burke e Dra Yang (Anatomia de Grey) A série está cheia de casalinhos mas este é o meu favorito

Acabou-se o silêncio

O Lanterna já tem espaço para a música. A partir de hoje começa a tocar tudo o que há por aí que valha a pena ser descoberto. Aceita-se sugestões. Por agora, os álbuns "Hard Candy" de Madonna e "Third" de Portishead, para espreitar aqui ao lado. Os discos só chegam às lojas a 28 de Abril.

A nova de Indiana


Ai está a foto mais recente de "Indiana Jones and the Kingdom of the Crystal Skull"

quarta-feira, 16 de abril de 2008

A força da bola

Em noite de derby, a paixão do futebol num anúncio publicitário.

Era digital

Parece que a fotografia digital está a causar problemas a muita gente. Algumas lojas de fotografia que conhecia já fecharam e a televisão está a passar uma campanha de uma associação de fotógrafos nacionais para que as pessoas revelem as suas fotos.
Os rolos de 12, 24 e 36 fotografias já eram e já ninguém tem paciência para esperar que as fotografias das férias estejam prontas. O digital democratizou a fotografia. Os rolos já eram, a Polaroid também e há fotógrafos que não se estão a sentir nada bem...
Nos anos 80 dizia-se "Video killed the radio stars". Em 2008 estaremos perante mais uma morte anunciada?

O pesadelo do elevador


Nicholas White ficou fechado num elevador durante 41 horas. A "New Yorker" fez um vídeo a partir das imagens das câmaras de segurança. Mais sobre a vida dos elevadores no site da revista
Informação do Ponto Media

Falando do Sell a Band...

A banda portuguesa que está mais próxima de conseguir gravar um disco chama-se Nearfield. Tem, neste momento, 29240 dólares. E tem piada.

Para ouvir aqui

A Lily do Sell a Band

A colombiana Lily Vásquez transformou-se na primeira cantora latina a conseguir 50 mil dólares dos fãs para gravar um disco através do site www.sellaband.com.

Quem ouviu a música da colombiana e achou que tinha talento doou 10 dólares. E a cantora foi somando até aos 50 mil, que permitem gravar o disco. "Pasión de Mujer", que já está à venda no iTunes e na Amazon, não parece ser grande coisa, mas está aí para o público decidir.

E, já agora, vale a pena ir ao site

terça-feira, 15 de abril de 2008

Frases

"Estava à beira do abismo. Alguma coisa tinha de acontecer ou iria perder o juízo"

Alicia Keys, à revista "Blender", sobre um momento de crise pessoal. Para ler (pelo menos aquilo que nos deixam) aqui

Dez frases invasoras

São as frases da rua, as que se transformaram em sucesso depois de terem passado na televisão. Invadiram os discursos e repetiram-se à exaustão. Muitas resistiram ao tempo e continuam a aparecer à menor oportunidade. O Lanterna faz a lista das frases míticas que continuam a invadir as nossas conversas.

10. “Não há condições”, Zé Maria
9. “Firme e hirto como uma barra de ferro”, Alexandrino
8.“Eu é que sou o presidente da junta”, Herman José
7. “Porreiro, pá”, José Sócrates
6. “Papel, qual papel?”, Gato Fedorento
5. “Com tranquilidade”, Paulo Bento/Gato Fedorento
4. “Resmas de gajas”, Herman José

3. “Eles falam, falam...”, Gato Fedorento

2. “É fazer as contas”, António Guterres

1. E o vencedor absoluto:
“EU É MAIS BOLOS”, Herman José

Oito inspirações

O Mental Floss fez uma lista de oito canções inspiradas por oito mulheres reais e vale a pena ver.

O que nós queríamos é ser americanos


Foto: RTP Memória

Alguém se lembra do detective Claxon? Em 1990, era o mais próximo que a RTP conseguia estar da ficção norte-americana. Havia um detective enigmático (António Cordeiro) em constante vai-não-vai com a secretária (Margarida Reis - que havia de apresentar depois o "Mini Chuva de Estrelas"), um playboy (Ricardo Carriço) e um inspector malvado, Bob Caroço de seu nome. E uma data de crimes para resolver.

O som era mau, as histórias precisavam de uma agitadela e os actores de um empurrão. Mas, mesmo assim, ninguém se queixava.

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Um domingo à moda antiga

Dei por mim a espreitar a programação da RTP de ontem. Eram só títulos sugestivos como "Vila Faia", "As escolhas do professor Marcelo", "Conta-me como foi", "E depois do adeus". Nem tentei ligar o televisor, não fossem aparecer-me, assim vindos do passado, os desenhos animados do Vasco Granja, o "TV Rural" ou o "Agora Escolha"...

domingo, 13 de abril de 2008

Aqui vai uma sugestão para a SIC... e de graça!

Ao fim-de-semana, passa na SIC Radical a Edição Extra. É humor e explora algo que os Gato Fedorento também já fizeram por cá e que por toda a gente adorou. Mostrar imagens da actualidade e colar-lhes uma voz que faz com que as notícias do dia-a-dia tenham muito mais piada.E que tal passarem o programa para a SIC Generalista? Tem muito mais piada do que aquela idiiotice dos "Malucos do Riso" (aliás, até um gato a dormir tem mais piada). A RTP já passou para sinal aberto "A Liga dos Últimos" e pelos vistos está a fazer sucesso...
Espreitem o blog http://www.edicao-extra.blogspot.com/ e digam qualquer coisa

E mais um de Madonna...

Gostava só de acrescentar à lista mais um videoclip de Madonna. O vídeo até pode não ser nada de especial, mas marca o momento em que a cantora se assume como diva e como ícone da moda. A fase em que começaram as comparações com a inimitável Miss Monroe. E tem aquele bustier fantástico desenhado por Jean Paul Gaultier.Coisas de quem gosta de trapinhos ...

Madonna: os cinco melhores videoclips

Para mim, o vídeo de "4 Minutes" ficou aquém das expectativas. Talvez porque a Madonna se exija sempre o melhor.

Aproveita-se e lembram-se os cinco melhores videoclips da rainha da pop.

5. "Die Another Day"


4. "Like a Prayer"


3. "What It Feels Like For A Girl"


2. "The Power of Goodbye"
(Sim, é o Dr. Kovac)


1. "Frozen"

Espreitar "Shine a Light"



Para abrir o apetite para o novo documentário de Martin Scorsese sobre os Rolling Stones.

sábado, 12 de abril de 2008

Pobreza nos EUA

No país mais rico do mundo, há 36 milhões de pessoas a viverem na pobreza, de acordo com o site Spotlight on Poverty and Opportunity.

Novas imagens dos "Ficheiros Secretos"


Foto: If It's Movies

Estão com saudades? Eles vão voltar para o segundo filme e aí estão as imagens, já à solta na internet.

quinta-feira, 10 de abril de 2008

Nos tempos em que a Eurovisão fazia rir...

Ainda há quem se lembre dos tempos em que o Festival da Eurovisão fazia milhares de pessoas. Lembrei-me de repente deste tema (que, graças aos meus caprichos de infância foi adquirido pela família e resiste ainda em vinil).O que já não me lembrava era desta encenação hilariante em palco. Capaz de me fazer rir ainda hoje.
Isto foi em 1979 e este era o tema que representava a Alemanha. Alguma semelhança com o pimba actual pode não ser mera coincidência... digo eu

Novo recorde do cinema francês


O cinema francês tem um novo recorde de bilheteira. A comédia "Bienvenue chez les Ch'tis" é o filme francês mais visto no país (17267000 espectadores) e vai bem encaminhado para destronar o recordista absoluto em França que é... "Titanic", com 20 milhões de espectadores - duas vezes Portugal, portanto.

Madonna explica



Madonna fala sobre "Hard Candy" e o primeiro single, "4 Minutes"

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Não apetece mesmo ouvir?

Em dias como este, apetece mesmo pegar nos discos antigos e no velho gira-discos. Ouvir o som da agulha no vinil e ouvir coisas como esta...

Jornalista sofre

Eis a prova .

terça-feira, 8 de abril de 2008

Frases

"Nunca me vejo a mim mesma como actriz ou amante de cinema ou entusiasta da comida. Como artista, sinto que sou capaz de me concentrar naquilo que a mente me indica. Claro que me entusiasma pensar num novo álbum... Veremos"
Scarlett Johansson, actriz e agora cantora sobre a sua estreia nos discos com "Anywhere I Lay My Head", em entrevista ao "Clarín".

Tragam a naftalina!

Olhando para o cartaz dos vários festivais que nos esperam e para os concertos que já tivemos, não consigo deixar de pensar numa certa tendência para o saudosismo. ZZ Top, The Cure, Peter Murphy, The Cult... Parece que voltámos aos anos 80 ou 90... Nunca tivemos acesso tão vasto e tão facilitado a música nova e a novas bandas. Ficamos a conhecer os discos muito antes de eles chegarem às lojas. E até o YouTube nos ajuda a descobrir futuras estrelas. Mas parece que isso provoca no público (pelo menos no português) a mania de revisitar o passado. Já agora, que tal deixarem o I-Pod e voltarem ao Walkman com cassettes?

Este é para ter medo!

Chama-se REC, brilhou no Fantasporto e chega esta semana aos cinemas.
Os saltos nas cadeiras dizem quase tudo...

Miss Davies

Talvez já nem nos lembremos dela, mas foi um dos ícones da história do cinema. Se estivesse viva, faria agora 100 anos, mas felizmente, há muitas formas de revermos e não esquecermos Miss Davies,
Para além do seu enorme talento e dos seus fantásticos olhos, Bette Davies vai ficar ser sempre lembrada por uma arrogância e por um lendário mau-feitio. Simpatizo com divas assim. De estrelas boazinhas estamos todos cheios. Este é um pequeno vídeo de “All about Eve”, um dos seus filmes mais emblemáticos.
De vez em quando, é bom olhar para o passado. Quanto mais não seja, para não nos esquecermos que o talento é intemporal…

Georgios Kyriacos Panayiotou

Há dias passou na Tv um documentário sobre Geroge Michael que, obviamente, passou quase 80 por cento do tempo a debater aquela que parece ser a grande questão em torno do músico: o tempo que levou a sair do armário. Que diferença faz? O senhor conseguiu deixar em delírio milhares de teenagers quando ainda fazia parte dos Wham!, desafiou uma poderosa indústria discográfica numa altura em que isso ainda não era moda e criou uma série de temas que ficam na história. Criticou Bush e Blair e fez aquilo que todos, pelo menos uma vez na vida, já fizeram ou quiseram fazer: seduzir um desconhecido um local público. Tirou partido disso como ninguém e usou como ninguém o sexo para vender música.
Quem esteve em Coimbra no ano passado não esquece certamente o fantástico concerto que deu. Quem não esteve, relembre temas como “”Freek”, “Outside” ou “Flawless” e está lá tudo.
E para a memória fica este vídeo. “Freedom 90” é das coisas mais sensuais que já foram feita. E tomara a muito hetero assumido poder ter tão boas companhias

Elementar, meus caros senhores

Enquanto a ficção nacional se limita a novelas e a coisa mais emocionante parece ser descobrir quem matou o ricaço da telenovela da TVI, nos EUA, como de costume, a coisa já está muito à frente. O AXN mostrou na terça-feira a primeira parte de um episódio em que o crime é cometido no “Second Life”. A segunda parte é transmitida hoje. Aproveitem para ver que aquelas frases feitas que falam da imitação da realidade pela ficção (ou vice-versa) até podem ter o seu quê de verdade. É quase tão bom como aquele que foi realizado por Quentin Tarantino. É que, por vezes, até conseguimos ver coisas que ainda nos dão algum prazer.

Frases

"Tinha acabado de fazer uma mamografia e eles não descobriram nada. Algumas semanas depois, descobri um caroço. Tem de se seguir a intuição e, se tiverem dúvidas, voltem lá"

Kylie Minogue, ao programa de Ellen DeGeneres, confessando que foi mal diagnosticada num dos exames antes da descoberta do cancro da mama

Protestar pelo Tibete



Activistas pró-Tibete subiram à Golden Gate Bridge, em São Francisco, e telefonaram para a televisão.

segunda-feira, 7 de abril de 2008

Frases

"A orquestra fingiu que estava a tocar para o público, eu fingi que estava a conduzir [a orquestra] e o Luciano fingiu que estava a cantar."

Leone Magiera, o maestro que conduziu a orquestra na última actuação ao vivo de Luciano Pavarotti, na cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno de Turim, revelando que o tenor estava demasiado doente para cantar.

Obras-primas da música portuguesa


“O Mundo A Seus Pés”, Três Tristes Tigres

Haja paciência

"O Instituto Civil da Autodisciplina da Publicidade (ICAP) acabou de dar razão às queixas dos vendedores automóveis que acusaram o anúncio publicitário do Banco Espírito Santo (BES) de denegrir a profissão e vai suspender a campanha".
A notícia só podia surgir em Portugal. Agora qualquer um se sente incomodado quando a sua profissão é alvo de uma campanha publicitária. Quem já comprou um carro sabe bem do que o anúncio fala.
É como aquele dos escoteiros. Mas alguém que não seja parvinho e tiver mais de oito anos anda com aquelas roupas e vai acender fogueiras para o meio do monte?
Já não se pode ser criativo. Vivemos num país de gente sensível e sem sentido de humor.
Sabem como se curam? Vejam o "Little Britain". Não me consta que as empregadas das agências de viagens se tenham sentido incomodadas com a Carol e o seu enervante: "Oh....The computer says nooooooooooo"

domingo, 6 de abril de 2008

Cuidado com os aviões


Sim, é Emmanuelle Béart.

Frases

"Digamos que uma cena assim... é melhor fazê-la com ele [Clive Owen] do que com qualquer outro!"

Monica Bellucci, ao jornal "La Repubblica", sobre a cena de ""Shoot'em Up", que pode ser vista aqui.

"Ice Age 3"

O esquilo mais azarado do mundo está de volta!

Charles Manson partilha música

Charles Manson, que se encontra na prisão a cumprir pena pela autoria de vários assassinatos, lançou um disco sob a licença Creative Commons. Quer isto dizer que as ideias de um dos assassinos que marcaram o séc. XX - e que chegou a escrever uma letra para um dos discos dos Beach Boys - se encontram disponíveis para "download" gratuito na rede.


"While old-school record execs probably think you have to be nuts to release a record under a Creative Commons license, Manson's move proves you can be crazy and go that route", comenta o site da revista "Wired".

sábado, 5 de abril de 2008

A Cegueira no cinema


José Saramago vai ao cinema pela mão de Fernando Meirelles, Julianne Moore e Mark Ruffalo. Eis o trailer de "Blindness", a adaptação ao cinema de "Ensaio Sobre a Cegueira", do Prémio Nobel da Literatura português.

O blogue do realizador brasileiro é imperdível.

A lotaria da pizza

O norte-americano Chris Clark, de 43 anos, acabou de fazer 2,6 milhões de dólares com a venda do domínio pizza.com, depois de pagar 20 dólares anuais desde 1994. Boa ideia, não é?

Mais informações aqui

Vai ser assim o novo Bond


Foto: Sony Pictures/USA Today


As mais recentes fotos de "Quantum of Solace", o 22º filme de James Bond, estão aqui.

Tão distante...

Na Argentina, pede-se uma "sanção severa" a um aluno que agrediu uma professora.Continente diferente, sistema de ensino diferente, a mesma história.

Adriana Calcanhotto no São Luiz

Se há palavra que assenta bem em Adriana Calcanhotto é: "simplicidade". Quase como se fosse uma corrida pela pureza.

Esta sexta-feira, no concerto do Teatro São Luiz, rodeada apenas de grandes fãs, deu para ver que é mesmo assim. A cantora pouco falou. Nem foi preciso. A audiência estava embasbacada, de tanta admiração. O público recebeu bem os temas no novo disco, "Maré", mas vibrou sobretudo com êxitos como "Vambora". E a simplicidade esteve sempre lá, a cortar o ruído que ia lá fora.

Madonna, parte III

O vídeo de "4 Minutes" já surgiu oficialmente e dá para ver no iTunes na versão integral. Para ver apenas uns minutos, basta ir ao Madonna.com.

sexta-feira, 4 de abril de 2008

Scarlett no bosque


Scarlett Johansson vai cantar Tom Waits. E esta é a capa do disco, "Anywhere I Lay My Head" que traz também um tema da autoria da actriz.

Eraser

Afinal, a estratégia podia não ser assim tão boa. A Warner apagou os videoclips de "4 Minutes" que foram aparecendo na internet e o link aqui de baixo também não escapou.

quinta-feira, 3 de abril de 2008

O vídeo de Madonna e Justin Timberlake



Ora aí está o novo videoclip de Madonna, "4 Minutes".

Era para ser conhecido só a 4 de Abril, mas, claro, já está no YouTube. A dica vem do Papel Pop. E não se admirem com o título da entrada no Youtube: será estratégia para o clipe não ser apagado.

Escolher


Não sei o que é melhor: se esta imagem se o blogue Post Secret, de que faz parte.

Frases

"A indústria da música anda sempre tão assustada... e eu não gosto de viver assim"

Jack White, sobre o novo disco dos Raconteurs, "Consolers of the Lonely", lançado antes do previsto, à revista "Rolling Stone" .

Um novo iPhone?

O stock de iPhone está esgotado em várias lojas norte-americanas, o que poderá indicar que a Apple se prepara para lançar um novo modelo. Será?

E, enquanto isso, em Portugal continua-se à espera.

O mealheiro de Abigail


Abigail Breslin, a Olive de "Little Miss Sunshine", entregou 150 dólares a uma organização de defesa dos direitos dos animais. Foi tudo amealhado nas gravações de "Nim's Island". Por cada palavrão, a equipa tinha de pagar dois dólares à actriz. Gerard Butler foi quem mais contribuiu.

"Ele atingiu os 12 dólares muito rapidamente e depois disse-me: 'Vou dar-te 20 dólares para não ter de pagar das próximas vezes que praguejar. E eu disse-lhe: 'Não é assim que isto funciona'", contou Abigail Breslin.

quarta-feira, 2 de abril de 2008

Cinco actores que cheiram mesmo bem

Nicole Kidman


Ewan McGregor


Scarlett Johansson


Matthew McConaughey


Josh Holloway

As fotos de "4 Minutes"

O videoclip ainda não chegou, mas já há imagens aqui.

Frases

"Quero ser uma mosca na parede. Quero poder observar as pessoas e ter diferentes experiências sociológicas. Sei que parece uma loucura, mas adoro quando alguém é mau porque está a ter um dia difícil e não altera logo o comportamento porque se dá conta de que conheço o Tom Cruise. Adoro. Adoro quando uma hospedeira é má [para mim]. A sério."

Renée Zellweger, ao Film.com

terça-feira, 1 de abril de 2008

Audrey, a mazona


Desta vez, Audrey Tautou, a eterna Amélie, faz de má.
Em "Hors de Prix"