sexta-feira, 26 de setembro de 2008

O voo ficou na história, as imagens ficaram sei lá onde

Yves Rossy é o homem do momento. E tudo por causa das asas que pôs às costas para voar como um pássaro. Há menos de uma hora, o Jetman/Fusionman/Birdman aterrou em Dover, na Inglaterra, depois de ter sobrevoado o Canal da Mancha.

O National Geographic apressou-se a garantir a transmissão exclusiva em directo e montou o circo todo, tanto em Inglaterra como em França. Depois de pelo menos 40 minutos de conversa-de-encher-chouriços dos apresentadores, o suíço estava pronto para voar. E o National Geographic estava pronto para gozar com o pessoal, só pode.

Fica o vídeo como prova. E não, não vou dizer que isto tem alguma coisa a ver com o documentário alargado que o canal está a preparar sobre este voo e vai transmitir daqui a uns tempos.

video

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

E o melhor filme de sempre é ...

"O Padrinho" de Francis Ford Copolla. Quem o diz é a revista Empire, que escolheu os 500 melhores filmes de sempre. O inquérito envolveu 150 realizadores, 50 críticos de cinema e mais de dez mil espectadores. Steven Spielberg conseguiu ter dois filmes no Top 5 e Harrison Ford também deve estar feliz da vida, já que participou em dois dos cinco melhores filmes de sempre.

Aqui vai o Top5.
1- O Padrinho
2- Os Salteadores da Arca Perdida
3- A Guerra das Estrelas V - O Império contra-ataca
4- Os condenados de Shawshank
5- O Tubarão

A lista completa pode ser consultada aqui. Não sei se admitem reclamações. De qualquer forma, o jornal britânico "The Guardian" exprimiu bem o pensamento que deve passar pela cabeça de muita gente: "Bem, pelo menos não é outra vez o Citizen Kane".

domingo, 21 de setembro de 2008

George, sai do WC!

Alguém devia proibir George Michael de entrar nas casas de banho. Dez anos depois de ter sido apanhado a seduzir (ou a ser seduzido) numa casa de banho em Beverly Hills, o cantor voltou a ser detido numa ida a um WC público. Desta vez o crime não foi conduta indecente, mas sim a posse de drogas (o que também não é muito decente). Aconteceu em Hampstead, perto de Londres. E George estava bem fornecido: crack, cocaína e erva.

Aqui está algo que nunca aconteceria em Portugal. As casas de banho públicas são, de uma forma geral, tão sujas e tão pouco convidativas que ninguém se atreve a ir lá para engatar nem para passar drogas. Aliás, ninguém se atreve a ir lá e ponto final. E digam lá se isto não é uma boa forma de prevenir o crime!

sábado, 20 de setembro de 2008

O vídeo global de Björk

Numa altura em que muitos videoclips não passam de ruído visual, sabe bem ver algo simples, que não atrapalha a música nem fere as vistinhas. É assim "Dull flame of desire", o vídeo do single que Björk vai lançar no dia 29.

O tema é cantado a meias com Antony Hegarty dos Antony & The Johnsons e a letra foi retirada de um poema de Fyodor Tyutchev.

O vídeo foi dirigido por três realizadores que, a partir de três cidades diferentes, enviaram o seu pedaço de filme. A montagem foi feita em Londres. Christoph Jantos (Berlim), Masahiro Mogari (Tóquio) e Marçal Cuberta Junca (Girona) foram os três autores desta pequena maravilha. Este é mesmo um caso em que as imagens valem mais do que mil palavras.

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

A nova música do Bond

Alicia Keys e Jack White juntos dão isto. Hummm, acho que gosto.

So what?

Para quem ainda não deu por ele, Pink tem novo disco, novo single e novo videoclip. A actuação nos MTV já deixou ver que ela vem com tudo.

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Ouçamos, então! (adenda ao post anterior)

Com a devida licença de Karmakoma, eis Santogold.

Simplesmente Santogold

As críticas não podiam ser melhores, mas nada como ouvir para confirmar. Santogold, cujo disco de estreia foi editado em Abril, é das melhores coisas que ouvimos nos últimos tempos. Irreverente é pouco para definir um som que é, acima de tudo, muito urbano e completamente actual. A cor da pele levou a que muitos a tentassem etiquetar como cantora de R&B. Um grande disparate. Começou num grupo punk, mas apesar de manter algumas influências desses tempos, adaptou-as muito bem à realidade actual e construiu um som que serve perfeitamente de banda sonora a 2008.

A música de Santogold não vem de bairros problemáticos de uma grande cidade nem se arruma numa daquelas irritantes gavetas de rock, pop ou electrónica. Fica algures entre a sempre cosmopolita Nova Iorque a a louca Los Angeles. Ficaria bem, como alguém disse, num dos episódios de "L Word". Sabe bem ouvi-lo numa festa , mas também no caminho para casa depois de um dia desesperante no emprego.

L.E.S. Artistes é uma boa forma de a começar a ouvir, mas "You'll find a way" e "Say Aha" são também excelentes portas de entrada. E mesmo quem não gosta da música, pode sempre apreciar os excelentes vídeos.

Santogold está actualmente em digressão nos EUA. Rezemos a todos os santos para que venha à Europa.

domingo, 14 de setembro de 2008

O rasto de Madonna

É hoje que Madonna sobe 45 cm até ao palco montado no Parque da Bela Vista. E é bem capaz de haver gente a já não poder ouvir falar da cantora nem do concerto, especialmente aqueles que têm visto a SIC. É por isso que resolvemos mostrar a outra parte da história. Os momentos arrepiantes que alguns candidatos a cantores protagonizam, inspirados na "Material Girl".
O Lanterna Roxa tem o prazer de apresentar cinco dessas personagens que têm em auto-estima o que lhes falta em qualidade vocal. Obrigadinha, ó Madonna!

video

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

!Mira que guapo es Kovac!

Como se não bastasse ter "programacion" em vez de programação no link do site em português, o AXN decidiu voltar a inovar, fazendo uma estranha união ibérica na série ER. As legendas são em português mas os actores falam ... castelhano!

Será talvez uma forma de os tradutores fazerem menos asneiras do que quando traduzem de Inglês para Português? Ou uma maneira de nos obrigar a tirar o som à televisão? Segundo a teoria da conspiração, poderá também tratar-se de uma forma suave de nos preparar para uma invasão espanhola. Façam o que quiserem, mas não me ponham o Luka Kovac com voz de Julio Iglesias nem a Kerry Weaver a dançar flamenco.

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Ah, folkista!

Mariza volta a estar nomeada para um Grammy latino, este ano com o seu mais recente álbum, "Terra". Haja uma alegria na vida da fadista. Já lhe basta a publicidade que fez à CGD, num dos piores anúncios de que deve haver memória.

O sucesso de Mariza no estrangeiro é mais que conhecido, por isso a nomeação não surpreende assim tanto. Eu acho é que a organização dos Grammy já deve ter pedido um favor a Mariza: para ela mudar de estilo, pois é de difícil arrumação. Não, não falo dos vestidos, nem da altura da fadista. É mesmo do estilo musical. Ainda não há Grammy para melhor álbum de fado, então Mariza deve ser encaixada onde sobra espaço. E onde é isso? Na folk, claro, aquele género que ninguém percebe bem o que é, mas enquanto forem dizendo que, desde que seja típico, pode ser folk, nós vamos dizendo "'tá bem".

Assim, a 13 de Novembro, tornamo-nos todos fãs-de-folk-desde-que-nascemos e esperamos ver Mariza receber o Grammy de Melhor Álbum Folk pelo seu último trabalho, "Terra", que mistura fado, com mornas, com samba, com rumba, enfim, com tudo menos com folk. Mas o que é que isso interessa? NADA!

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

terça-feira, 9 de setembro de 2008

Ó Teresa, com franqueza!

Há muito tempo que não via uma coisa tão má na televisão. "Momento da verdade", o novo programa de Teresa Guilherme que estreou hoje na SIC é tão mau que bastam cinco minutos para se ficar enjoado. É assim uma mistura de "Fiel ou Infiel" com "A Máquina da Verdade" e acho que está tudo dito.

"Momento da verdade" mostra como a televisão pode descer ainda mais baixo do que julgamos ser possível. Já sabemos que Teresa Guilherme gosta de polémicas e sentimentalismos, mas podia ter escolhido um programa melhorzinho.

E continuo sem perceber como há pessoas que vão à televisão, escancaram a sua vida privada e continuam com o ar sereno de quem está na paragem à espera do autocarro.

Até os Portishead cabem no mundo de Bryn

Bryn Christopher está decidido a provar que não é apenas o menino bonito que deu música ao grande final de "Anatomia de Grey". "The Quest" deu-lhe a visibilidade, não a garantia de sucesso. Mas com o fresquinho "My World" não será difícil assegurar essa meta.

A viciante "The Quest", a libertadora "Seconds Ago" e a electrizante "Help Me" bastam para conquistar os adeptos daquela soul que nos põe inevitavelmente a abanar a cabeça e a bater o pé. Mas há mais. Bryn ousou entrar no reino do trip-hop e pedir a "Sour Times" emprestada aos Portishead. Imperdível.

A todos os que já o rotulavam de Amy Winehouse no masculino: deixem-se de... coisas! No máximo, podem dizer que o início de "Stay With Me" remete para a "Back to Black", mas parem por aí. Winehouse é soul a cair para jazz, Christopher é soul a pender para a funk. Tudo com uma voz impressionante que espicaça os metais a um desafio constante.

Voltem Ruth Rita e Porcazinhas, estão perdoadas!

Da velhinha "Roda da Sorte" que conhecíamos o que é que se mantém? O sarcasmo, sem cair na ordinarice de baixo nível, do velho Herman José. Está descoberto o motivo da decadência que o humorista nos tem dado a conhecer nos últimos tempos: o horário de transmissão dos programas. Quanto mais tarde, pior.

Sobre a Vanessa Palma, o que dizer? Volta Ruth Rita, que ao menos tu, sim, viravas as letrinhas nos puzzles. As Porcazinhas, essas... Já não se fazem porcazinhas como antigamente. Não acreditam? Aqui fica um vídeo com momentos do primeiro programa da "Roda da Sorte", ontem estreado pela SIC.

video

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

And the MTV VMA winners are

Melhor vídeo de artista masculino - Chris Brown, "With You"





Melhor vídeo de dança - Pussycat Dolls, "When I Grow Up"





Melhor vídeo rock - Linkin Park, "Shadow Of The Day"





Melhor vídeo hip-hop - Lil' Wayne, "Lollipop"





Artista Revelação - Tokio Hotel



Melhor Vídeo de Artista Feminino/ Melhor Vídeo Pop/ Vídeo do Ano
Britney Spears, "Piece Of Me"


Não canta, mas ganha

Britney Spears vingou-se bem de toda a chacota de que tem sido alvo e saiu dos estúdios da Paramount com três prémios MTV. Mas não só. Britney saiu da Paramount com toda a dignidade que ainda lhe resta. O segredo? "Deus", "família", "fãs" , as três palavras a que se resumiu o seu discurso quando agradeceu os prémios. De resto, simplesmente ficou no seu cantinho. Já dá para marcar alguns pontos.

Eu bem digo...

A MTV não só falou com Kid Rock na passadeira vermelha como ainda o deixou actuar.

Resultado:
- o público aproveitou para pôr a conversa em dia com o vizinho do lado
- pensou na roupa que havia de vestir na manhã seguinte
- fez um post it com: "pôr a descongelar os bifes para o almoço"
- e ainda deve ter largado um bocejo ou dois.
Não havia necessidade....

Cenários de música

Ter os cenários da Paramount ali à mão e não os aproveitar seria pecado:

- Jonas Brothers primeiro, com cara de meninos de coro, provocaram a histeria de centenas de teenagers.

- Depois veio Pink e arrasou. Que me lembre, partiu um espelho, saltou de uma janela (ok, escorregou por um lençol), mandou um desgraçado por umas escadas abaixo, atirou uma espécie de granada a uma montra, que se estilhaçou e explodiu. E sempre a cantar. A actuação acabou com o esvaziar de extintores.

Michael Phelps, hip-hop e boxers

Michael Phelps já é tão o novo herói da terra que teve direito a apresentar um dos seus ídolos - Lil' Wayne que por sua vez teve direito a Leona Lewis a misturar toda a classe britânica ao hip-hop americano.
Só uma coisinha: para a próxima, Lil' Wayne, que actuou em tronco nu, pode bem poupar também nas calças, que o tapavam apenas dos joelhos para baixo. Os boxers eram giros.

Frases

"Vocês merecem isto, depois de oito anos de Bush"

Russel Brand, nos MTV VMA, depois de enumerar as grandes actuações da noite.

Distúrbio com Disturbia se paga

Um mundo inteiro parado, à espera da entrada "divertida e inesperada" de Britney.
Chegou, tapou a cara com o microfone, declarou os MTV VMA abertos e foi-se embora.
E irrompe Rihanna, numa saia de tijolo, a cantar "Disturbia".
1 - Pouco mais Britney podia fazer, já que está claro que aquela cabecinha ainda alberga um disturbiozinho.
2 - Rihanna deu espectáculo, e não se importou nada de ser a suplente/surpresa.
3 - A jogada da MTV resultou. Milhões de espectadores logo aos primeiros minutos.

Perguntas não estúpidas

Por que é que o Kid Rock ainda insiste em pensar que sabe fazer música? E por que é que a MTV ainda fala com ele na passadeira vermelha? Assim não vamos lá...

Children First!

- Os Tokio Hotel chegaram à Paramount Pictures na caixa de uma pick up. Bill Kaulitz explicou que precisavam de espaço. Bill precisa de espaço para o cabelo, a banda toda precisa da caixa aberta da carrinha para guardar as gomas em forma de ursinhos, certamente.

- Katy Perry anda há alguns meses a dizer que "beijou uma rapariga e gostou". E chega-me aos MTV VMA de mão dada com a Miley Cyrus. A Hannah Montana, Katy? Será que o Mickey sabe?

3, 2, 1, go!


domingo, 7 de setembro de 2008

Perguntas estúpidas

Por que é ainda ninguém se lembrou de usar o tema "I Won't Let The Sun Go Down On Me", de Nik Kershaw, numa campanha de prevenção do cancro da pele?

sábado, 6 de setembro de 2008

Prazo de validade: uma música

Se alguém souber alguma coisa deles, por favor avise. Os anos 90 trouxeram-nos músicas que ainda hoje nos fazem exclamar "Ahhhhhhh" se por acaso as ouvimos. Mas... que é feito dos artistas? Coitados, tiveram apenas direito a, mais coisa menos coisa, 4 minutos de fama. Os minutos que duram a única música que nos fizeram chegar aos ouvidos.

Tasmin Archer – "Sleeping Satellite" - Ela não tem mesmo mais nenhuma música, pois não?


Soul Asylum - "Runaway Train" - Deram a conhecer ao mundo tudo o que era pessoa desaparecida e depois... puf! Alguém que no próximo clip retribua e ponha uma foto deles, por favor.

Joan Osborne – "One of Us" - Comparou o dito Todo Poderoso a um de nós. Dizem que Deus castiga, não é? Pois...


Meredith Brooks – "Bitch" - Por volta de 1997, não havia quem não cantasse a plenos pulmões que era uma verdadeira "cabra".


Crash Test Dummies - "MMM MMM MMM" - Mesmo não tendo uma única palavra no título, esta música foi um sucesso. Mas foi mesmo só esta. Obrigada!

Coolio - "Gangstas' Paradise" - Foi a loucura! Abram alas para o rap! Depois veio o hip-hop e estragou tudo.

Mostra lá a tua colecção de cds

Já cá faltava. Depois de estudos que dizem que o café faz bem ou mal (depende dos dias) e das famosas estatísticas que nos põem a comer meio frango por dia mesmo se formos vegetarianos, a Ciência resolveu agora estudar o que ouvimos para dizer qual é a nossa personalidade.

A brilhante ideia de Adrian North, professor de Psicologia da Heriot-Watt University, concluiu que os fãs de heavy metal são tranquilos e que quem ouve música pop tem falta de criatividade.

Portanto, a fazer fé neste estudo, aqueles senhores vestidos de preto, que guincham e que deixam crescer os cabelos como se fossem Adventistas do Sétimo Dia devem dar bons pais de família. E as empresas que queiram admitir funcionários, devem primeiro saber se estes têm os discos da Madonna. E quem vai para um primeiro encontro deve obrigar logo o eventual futuro namorado/marido/amigo colorido a mostrar logo ali, sem rodeios, os discos que tem, que é para não se perder tempo.

Diz também o estudo que quem gosta de música country é um árduo trabalhador. Concordo. Quem não tem vida social trabalha muito.

Não há quem faça um estudo sobre quem faz este tipo de estudos?

Playboy? Não, obrigada.

Lindsay Lohan respondeu com um redondo "NÃO" ao convite da revista "Playboy". O negócio até era simples. A "Playboy" livrava-se de 700 mil dólares (490 mil euros) e Lindsay livrava-se da roupa e sorria para as fotografias. Lindsay Lohan não aceitou, dizendo contudo que se sentia "lisonjeada" pela lembrança.

Os fãs que já se imaginavam a folhear uma "Playboy" para contar todas as sardas de Lohan vão ter de se contentar apenas com os excessos de álcool e droga e as visitas às esquadras de polícia. Isso tudo bem, ela faz. Mas posar para a "Playboy"? Nunquinha, que ela é boa moça.

lohan

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

O que têm em comum...

Jodie Foster e Maggie Simpson?
Untitled-1

Parece que actriz vai dar voz ao bebé mais famoso da televisão, num episódio em que o tempo corre e Maggie já tem idade para ter voz de... Jodie Foster.

O episódio, intitulado "Four Great Women & A Manicure", vai para o ar em Janeiro de 2009 nos Estados Unidos. Como sempre, aqui é esperar ou pesquisar.

Moore oferece documentário

O próximo documentário de Michael Moore, "Slacker Uprising", vai estar disponível para download gratuito na Internet a partir de 23 de Setembro.

O presente é só para os americanos e pode marcar pontos na contagem decrescente para as presidenciais . É que "Slacker Uprising" mostra o empenho de Michael Moore e de várias outras figuras públicas em convencer os jovens a votar nas eleições americanas de 2004.

O trailer abre o apetite para o que aí vem.

U2 sim, mas não este ano

Mais uns meses de espera para os fãs dos U2. A banda irlandesa adiou o lançamento do novo disco, previsto para este Outono, para o início do ano que vem. E a culpada de tudo foi a inspiração. Bono e companhia entusiasmaram-se de tal maneira a compor que já têm cerca de 60 músicas gravadas.

Das duas uma. Ou vamos ter um álbum com duração capaz de acompanhar a  leitura de "Os Miseráveis", ou os U2 têm muito trabalhinho pela frente a eliminar músicas até chegarem a um número de faixas aceitável.

Saibam tudo aqui e aqui.

Como gravar vídeos do YouTube

De vez em quando, o desktop tem inveja dos vídeos do YouTube. Antes era preciso ter um software para descarregar as imagens, mas agora já existem sites que permitem gravar os vídeos e tê-los sempre à mão, sem necessidade de ligar à Internet e sem risco de ficar perdido à custa de uma das "limpezas" do YouTube.

O site Keepvid faz o serviço. Basta colocar a morada e fazer o download. 
keepvid1

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Death Magnetic

Querem saber por que dizem que os Metallica regressaram às origens neste "Death Magnetic"? Experimentem ouvir, além do single de lançamento "The Day That Never Comes", a "Unforgiven III". Só o nome já explica muita coisa.
Está bem, podem ouvir as outras também.

Britney, vai lá aos MTV, mas porta-te bem

Aí está a confirmação. Britney Spears vai mesmo abrir os MTV Video Music Awards. Mas este ano a organização preferiu jogar pelo seguro e impôs uma condição: Britney não pode actuar. O presidente da MTV disse que, em vez de cantar, Spears sobe ao palco com algo "divertido e inesperado".


Isto é que é pôr a fasquia bem lá no alto, porque se há pessoa de quem já não se espera o inesperado é da cantora que já foi menina de colégio, passou para sedutora ninfomaníaca e acabou a rapar o cabelo. O que lhe resta? Rasgar uma foto do Papa em directo? Ah, não, isso também já foi feito. E com a classe que Britney nunca conseguirá alcançar.


A única fasquia que está aqui em jogo é mesmo a das audiências, e está mais que visto que a MTV sabe que Britney Spears vai garantir milhões de espectadores na cerimónia de domingo. Mas desta vez garantam que a artista está em condições de se expor. Porque a repetição do que aconteceu no ano passado ninguém merece. Nem mesmo a Britney Spears.

video

Arte no YouTube

Esta é completamente imperdível. O "The Guardian" fez uma lista dos 50 melhores vídeos de arte do YouTube e o resultado é um GPS obrigatório, que inclui tesouros como um ensaio dos Nirvana em 1988.

É só clicar aqui

É a loucura no Brasil

Os espectáculos de Madonna a 18 e 20 de Dezembro no Brasil já puseram os fãs em desespero. Os servidores de venda pela Internet foram abaixo e milhares de pessoas esperaram horas para comprar bilhetes.

Como se não bastasse, parece que todos os velhinhos, deficientes e "leucémicos" - sim, é a palavra usada neste vídeo da "Folha de São Paulo" - do Brasil gostam muito de Madonna e foram comprar bilhete para a fila prioritária. Sabem o que vos digo? Nada como morar num país pequenino.

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Bate, bate, coração

Músicas que falam de corações partidos há muitas. Mas nenhuma como esta. "Who´s gonna save my soul", dos Gnarls Barkley, além de ser um muito agradável tema de soul, tem ainda a grande vantagem de vir acompanhado de um vídeo fantástico, realizado por Chris Milk.

O vídeo de "Run", o primeiro tema a ser conhecido do novo álbum "The Odd Couple", deixou de passar na MTV porque o canal argumentou que podia causar ataques de epilepsia a quem sofre da doença. O novo vídeo, por enquanto ainda se pode ver, mas aviso já que pode provocar ataques de melancolia.

Antes do lançamento do álbum, a dupla já tinha surpreendido ao disponibilizá-lo de uma forma bastante original.



Depois disto, há que pensar duas vezes antes de acabar com alguém...

Os cavalos a correr e as meninas a aprender

Depois de muita reflexão, acho que encontrei a solução para a égua assustada do Miguel Ralão Duarte e para o picadeiro de Lisboa. Que tal esta música altamente inspiradora para os animais?



Pois. Se calhar não é boa ideia. Os UHF são mais traumatizantes do que um ecrã gigante. Ou talvez não. Depois de os ouvir, até o Freddy Krueger é uma visão simpática e apaziguadora.

Usher entre as mulheres

Usher3 Gostas de Usher? Até querias ir a um concerto da nova tournée? Ah... és gajo? Então esquece!

O cantor norte-americano está mais interessado em só ter mulheres na assistência, e até já está a planear uma tournée - com o sugestivo nome "One Night Stand" - de 15 concertos exclusivamente para elas.

Usher explica a decisão com o desafio que isso representa, mas a verdade verdadinha deve ser outra. Fantasias à parte, que a intimidade do rapaz não faz falta aqui, Usher lá vai dizendo que as donzelas gostam de ver um corpo bem masculino. E que se interrogam sobre se o cantor ainda terá um corpo desses.

Eu não sou de intrigas nem de boatos, mas cá me parece que o menino Usher pode estar de orgulho ferido e assim de uma assentada dá logo 15 (concertos!) para provar que é muito homem.É assim mesmo!

Afinal é a Vanessa

A todos os leitores saudosistas da Ruth Rita, aqui vai a desilusão: não, não é ela que vai acompanhar Herman José na Roda da Sorte.

A escolhida foi uma menina chamada Vanessa Palma (os mais cépticos podem conferir o profissionalismo e competência na foto). Diz quem via que era uma das apresentadoras do programa "Três em linha" (não, acho que não era sobre cocaína), também na SIC.

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Os cromos do Google

O Google revelou hoje o seu novo browser, o Chrome, e garante que se trata de uma forma mais rápida e eficaz de navegar na Internet. Para já, começam bem, com uma página a explicar como funciona através de vídeos falados em português de Portugal.

Já se sabe que os hábitos são o mais difícil de mudar, mas vem aí concorrência.

Ideias para publicitários preguiçosos

Ainda não percebi como é que o Marco Fortes não foi contratado pela Colunex ou pela Moviflor para uma campanha publicitária. O slogan já está feito e tudo: "Na caminha é que é bom". No fim-de-semana o senhor deixou-se fotografar deitadinho na caminha para a NS, por isso não ia ficar ofendido com a proposta. E deve levar mais barato que o Nelson Évora. Anda tudo a dormir (na caminha, lá está), é o que é!

Outra ideia é ser contratado por um canal de televisão para contar histórias às criancinhas. E todos os dias, depois da historinha, despedia-se com um "vamos lá dormir porque na caminha é que se está bem".

Fica já registado que, se algumas destas ideias se vier a concretizar, quero a minha parte dos lucros.

O novo dos Metallica

"The Day Never Comes" é o primeiro single do novo disco dos Metallica, "Death Magnetic". Fica o vídeo, quentinho, quentinho.

Sem histerias, por favor

Com a construção de um novo Museu dos Coches, o plano é transformar o actual edifício do museu num picadeiro, devolvendo-o às suas origens.

Quanto a este assunto, há petições contra, há quem esteja a favor. Eu não sou contra nem a favor, só peço uma coisinha:

Se construírem o picadeiro, por favor não ponham lá ecrãs de vídeo, que não precisamos de mais éguas e cavalos em histeria. O olímpico Miguel Ralão Duarte agradece.

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Tanto trabalho

Nesse mundinho maravilhoso que é a Internet, encontram-se milhares de personagens fascinantes. Uma delas é Sean Aiken, um canadiano de 25 anos que resolveu passar por 52 empregos durante um ano até descobrir o que realmente quer fazer da vida.

A busca de Sean Aiker foi sendo acompanhada neste site.